Vários confrontos das forças talibã no Afeganistão fizeram nas últimas horas cerca de meia centena de mortos disseram esta segunda-feira fontes oficiais à Associated Press.

Mohammad Yusouf Aybi, chefe do Conselho Regional da província de Kunduz, no norte do Afeganistão, disse que “pelo menos 13 pessoas” morreram na sequência de um ataque contra um posto de controlo no distrito de Dashti Archi. De acordo com a mesma fonte, 15 pessoas ficaram feridas durante o ataque que ocorreu no domingo à noite e que se prolongou até hoje de manhã.

Entretanto, na província de Zawjan, igualmente no norte do país, confrontos armados provocaram no domingo à noite a morte a oito polícias e a sete membros das forças talibã no distrito de Khamyab. O porta-voz dos talibã, Zabihullah Mjahid já reivindicou os dois ataques no norte do país.

Entretanto, um novo ataque registado esta manhã na província de Samang provocou a morte a 14 elementos que integram as milícias pró governamentais.

Segundo fontes oficiais, num outro ponto da província (distrito de Dara Suf) três talibãs foram mortos e seis elementos das milícias que apoiam as forças governamentais morreram durante confrontos. O ataque ocorrido esta manhã não foi reivindicado.