Mercedes-Benz

Novo Mercedes GLE. Rival do BMW X5 surge antes do Salão de Paris

Num adeus àquilo que ainda restava da antiga Daimler Chrysler, o SUV de médio porte da Mercedes troca a base do Jeep Grand Cherokee pela nova plataforma MHA. Fica maior, embora pareça mais pequeno.

Antes mesmo antes do Salão de Paris, a Mercedes revela a nova geração do GLE, agora montado sobre a plataforma MHA, uma arquitectura derivada da base MRA que já se encontra nos actuais sedãs das classes C, E e S.

Beneficiando desde logo de uma maior distância entre eixos (2,99 m, aumenta 8 cm), o SUV alemão promete oferecer maior habitabilidade e conforto a bordo, onde podem viajar até sete pessoas, sendo que a terceira fila de bancos destaca-se das demais por adoptar um acabamento dos assentos numa única cor. A volumetria da bagageira cresce para os 825 litros, numa disposição de cinco lugares, mas pode alcançar os 2.055 litros com o rebatimento dos bancos.

Por fora, aquilo que mais salta à vista é o facto de o GLE parecer mais pequeno, embora seja maior. E isso decorre, essencialmente, da adopção de linhas mais arredondadas a que se juntam faróis de uma dimensão contida, em formato amendoado. Ainda à frente, outra das diferenças vai para a grelha, agora desprovida de moldura externa, limitando-se a duas barras horizontais interrompidas pela estrela de três pontas.

Vista de perfil, a segunda geração do GLE (quarta, se contabilizarmos o ML320 de 1998 e o seu sucessor) continua a não prescindir de um pilar C bem projectado para a frente, com os pequenos vidros laterais traseiros a darem a impressão de estarmos perante um SUV de dimensões mais compactas.

Atrás, as principais alterações recaem nos farolins, cujo novo desenho confere à traseira uma estética mais clean e menos “pesada” que o modelo que ainda se encontra à venda.

Quanto ao interior, a evolução é notória. Mantém-se, claro, o requinte em termos de materiais e de acabamentos, mas aquilo que se evidencia mal se entra a bordo é o enorme painel digital que, na prática, resulta de dois ecrãs aqui em contínuo – um para o painel de instrumentos, o outro para o sistema de entretenimento MBUX que, segundo a Mercedes, até tem inteligência artificial, podendo obedecer aos mais variados comandos de voz.

No capítulo técnico, a maior novidade reside no facto de a Mercedes ter dotado o GLE com o E-Active Body Control, sistema de suspensão pneumática que regula a suspensão de cada roda de forma independente, optimizando a performance do conjunto.

Embora lá mais para a frente esteja prevista a introdução de versões diesel e uma variante híbrida plug-in, quando chegar ao mercado – algures no decorrer do próximo ano – o novo GLE vai apresentar-se apenas com uma opção sob o capot. O GLE 450 4MATIC monta um propulsor turbo de 6 cilindros com 367 cv de potência e 500 Nm de binário, que funciona em conjunto com um sistema mild hybrid de 48 volts, acoplado a uma transmissão automática de nove velocidades.  Além do sistema de tração integral permitir uma maior variação de torque entre os eixos, pelo facto de a caixa de transferências ter uma embraiagem de múltiplos discos banhados a óleo, esta versão do GLE pode usufruir momentaneamente de mais 22 cv e 250 Nm, graças ao sistema eléctrico a 48V.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt
Governo

A famiglia não se escolhe? /premium

Alberto Gonçalves

Se ainda não se restringiu o executivo aos parentes consanguíneos ou afins do dr. Costa, eventualidade que defenderia com empenho, a verdade é que se realizaram amplos progressos na área do nepotismo

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)