Depois de um período em que esteve fechada, a Livraria Cotovia reabriu na segunda-feira com um novo horário, mais alargado, e novos catálogos. Além das obras publicadas pela editora que lhe dá o nome, a livraria vai agora vender livros de 19 “editores livres, que publicam o que querem, quando querem, em tiragens minúsculas”. São “editores marginais” que, a partir desta semana, vão encher as estantes do primeiro andar da loja. O piso térreo continua a ser da editora da casa.

Apesar de raros, os livros das editoras Dois Dias, Douda Correria, Chili com Carne, Exclamação, Fenda, Figura d’Urso, Flanzine, Leatra Livre, Mariposa Azual, Maldoror, Momo, Montag, Não Edições Pianola, Pierre von Kleist, Saguão, Sulfúria, Triciclo e VS não são caros, garantiu a Cotovia em comunicado, frisando a “espantosa qualidade destes catálogos marginais”,que vão  desde a banda desenhada à poesia.

É por isso mesmo vale a pena ir espreitá-los ao n.º 24 da Rua Nova da Trindade, junto ao Teatro Trindade, que terá também um novo horário a partir desta semana: a Livraria Cotovia vai passar a funcionar, de segunda a sexta-feira, entre as 12h às 21h, encerrando sempre das 16h às 17h.