No primeiro trabalho a solo enquanto duquesa de Sussex, Meghan Markle escolheu ajudar as famílias que viram as suas casas destruídas pelo fogo de grandes dimensões que, em maio de 2017, destruiu a Grenfell Tower. O incêndio, que aconteceu na zona oeste de North Kensington, em Londres, fez 79 vítimas mortais. A Hubb Community Kitchen nasceu das cinzas dessa tragédia, quando um grupo de mulheres decidiu juntar-se na cozinha do Centro de Património Cultural Muçulmano Al Manaar para alimentar famílias, amigos e vizinhos. À medida que foram trocando receitas entre si, mais mulheres uniram-se à causa. E é aí que entra a duquesa. Meghan Markle está a patrocinar um livro de receitas, cujo dinheiro das vendas permitirá, se tudo correr bem, ter a cozinha de portas abertas com maior regularidade.

Em janeiro deste ano, Markle visitou pela primeira vez a Hubb Community Kitchen. As visitas privadas sucederam-se umas às outras e resultaram na iniciativa de criar o livro de caridade “Together: Our Community Cookbook”, que contém mais de 50 receitas de mulheres cuja comunidade foi afetada pelo grande incêndio do ano passado. Markle assina o prefácio do livro, onde se diz inspirada pelo trabalho feito entre tachos, visto como uma forma de fortalecer comunidades e empoderar mulheres de classes mais desfavorecidas.

Senti-me de imediato ligada a esta cozinha comunitária; é um lugar onde as mulheres podem rir, lamentar, chorar e cozinhar juntas”, diz a duquesa num comunicado da Casa Real Britânica, divulgado esta segunda-feira.

@royal.uk

No prefácio, Meghan descreve a primeira visita que fez à cozinha. A duquesa perguntou se podia ajudar e “rapidamente” um avental foi entrelaçado à cintura. “Arregacei as mangas e dei por mim a lavar o arroz para o almoço”, recorda, citada pelo britânico The Guardian. O livro, que é posto à venda ainda esta semana, compreende receitas oriundas da Europa, do Médio Oriente, do Norte de África e do Mediterrâneo Oriental e é apoiado pela Royal Foundation. Todos os lucros angariados serão encaminhados para a Hubb Community Kitchen, que, por enquanto, apenas abre dois dias por semana devido à falta de financiamento.

O primeiro projeto a solo da duquesa só foi conhecido esta segunda-feira e já arrecadou elogios da tenista Serena Williams, que, entre polémicas feministas, escreveu no Twitter que o livro junta mulheres de diferentes culturas, motivo pelo qual “não podia estar mais entusiasmada e orgulhosa”.