Rádio Observador

Prémios Emmy

Prémios Emmy. HBO, Netflix, ‘Guerra dos Tronos’ e outros duelos da noite

Os vencedores dos prémios Emmy são anunciados esta segunda-feira em Los Angeles. Entre os favoritos está a série "A Guerra dos Tronos", que lidera com 22 nomeações. Mas há mais duelos em vista.

Juan Carlos Hidalgo/EPA

Os vencedores dos prémios televisivos Emmy são anunciados hoje em Los Angeles, nos Estados Unidos, e entre os favoritos está a série “A Guerra dos Tronos”, que lidera com 22 nomeações. “A Guerra dos Tronos” (exibida em Portugal pelo canal SyFy, criada a partir dos livros de George R. R. Martin) lidera as nomeações, nomeadamente para melhor série dramática e nas áreas da representação. Nos Emmy técnicos, já conquistou sete prémios.

A 70.ª edição dos Emmy fica ainda marcada pela presença da plataforma de exibição e distribuição em ‘streaming’ Netflix, a mais nomeada, com um total de 112 indicações. Logo atrás nos totais de nomeações encontram-se “Westworld” (exibido em Portugal na TVSéries), com 21, e “The Handmaid’s Tale” (disponível apenas no sistema NOS Play), com 20. Já na comédia, “Saturday Night Live” também recebeu 21 nomeações.

O quadro das séries nomeadas para melhor drama fica completo com “The Americans” (exibida no Fox Crime), “This is Us” (Fox Life), “The Crown” (Netflix) e “Stranger Things” (Netflix). No que diz respeito à melhor série de comédia, as nomeações foram para “Atlanta” (Fox Comedy), “Barry” (TVSéries), “Black-ish” (Fox Comedy), “Curb Your Enthusiasm”, “GLOW” (Netflix), “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon), “Silicon Valley” (TVSéries) e “The Unbreakable Kimmy Schmidt” (Netflix).

A Academia de Televisão dos Estados Unidos tem mais de 25 mil membros, dos quais 23 mil são votantes nos Emmy. Na temporada dos prémios da televisão Emmy, na semana passada o português Filipe Carvalho venceu um prémio Emmy das Artes Criativas, enquanto parte da equipa que desenhou o genérico da série “Counterpart“, da Starz.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Legislativas

Afluir de Rio em Costa instável

Gonçalo Sobral Martins

O líder do PSD fez ver que Portugal não soube aproveitar uma conjuntura externa extraordinária: apesar dos juros do BCE e do crescimento económico da zona-euro, nada melhorou substancialmente.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)