Asia Argento ameaçou Rose McGowan para retirar as afirmações que acusam a atriz italiana de assédio sexual – caso contrário, Argento declara que vai prosseguir de imediato com um processo legal contra a sua ex-amiga McGowan.

A ameaça foi feita no Twitter, onde a atriz deu 24 horas a McGowan para retirar as acusações que se seguiram às acusações de assédio sexual contra Argento, pelo ator Jimmy Bennett, e as quais considera “mentiras horríveis”.

https://twitter.com/AsiaArgento/status/1041643194012852224

Em outubro de 2017, a atriz italiana Asia Argento contou à New Yorker ter sido violada por Harvey Weinstein, tendo iniciado um discurso arrebatador este ano na cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes 2018 que foi alvo de muitos aplausos no final.

Depois de o momento no Festival se ter tornado viral nas redes sociais, a própria atriz acaba por ser alvo da mesma acusação mais tarde, por parte de Jimmy Bennett, num artigo publicado pelo The New York Times em Agosto. Bennett declarou ainda que a atriz lhe tinha pago 380 mil dólares em troca do seu silêncio.

Os dois atores conheceram-se em 2004, quando contracenaram no filme Maldito Coração (em inglês, The Heart is Deceitful Above All Things), e mantiveram uma relação à qual se referiam como sendo de mãe-filho, depois desse filme. A polícia de Los Angeles continua a investigar as acusações de Bennett.

Rose McGowan, por sua vez, tal como Argento, tornou-se uma figura proeminente neste escândalo, dizendo que foi igualmente violada pelo produtor quanto tinha 23 anos. No Twitter, respondeu à declaração de Argento com uma mensagem de apoio.

O produtor Harvey Weinstein sempre negou todas as acusações de que foi alvo, embora tenha sido expulso do sindicato de produtores de Hollywood na sequência das denúncias de assédio e abuso sexual. McGowan ainda não se pronunciou em relação à última declaração de Asia Argento no Twitter.