A véspera do encontro desta quarta-feira entre a Juventus e o Valência, a contar para a primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, ficou marcada por incidentes nas imediações do hotel onde está instalada a equipa dos portugueses Cristiano Ronaldo e João Cancelo.

Segundo avança o jornal valenciano Las Províncias, cerca de 20 homens encapuçados juntaram-se, por volta da meia-noite, no exterior do hotel Westin, fazendo barulho, perturbando o descanso dos atletas. Ouviram-se vários insultos e foram ainda lançados artefactos pirotécnicos. O jornal diz que foi exibida uma tarja com a mensagem “Juve m****”.

A publicação refere que várias patrulhas da polícia foram chamadas ao local e acabaram por dispersar os atacantes, montando um dispositivo de vigilância que esteve em vigor até às 7 horas da manhã. As câmaras de segurança do hotel terão captado os desacatos, estando já as gravações na posse das autoridades, para serem identificados os indivíduos encapuçados.