Durante a visita dos reis de Espanha à Casa Branca em junho, Donald Trump terá aconselhado Espanha a construir um muro no deserto do Saara para controlar a crise de refugiados no Mediterrâneo. A revelação foi feita pelo ministro dos negócios estrangeiros espanhol, que acompanhou Felipe e Letízia na visita oficial.

Segundo Josep Borrell, citado pelo The Guardian, face ao ceticismo dos diplomatas espanhóis, Trump argumentou alegadamente que o projeto não poderia ser muito mais complicado do que o muro que pretende erguer na fronteira dos EUA com o México. “A fronteira no Saara não pode ser muito maior que a nossa fronteira com o México”, terá dito.

As imagens de um muro que já ocupa 33% da fronteira

A fronteira dos norte-americana tem uma extensão com sensivelmente de 3.141 quilómetros. O Saara, o maior deserto do mundo tem uma extensão superior, com mais de 4.800 quilómetros. A construção do muro seria ainda dificultada pelo facto de Espanha apenas deter dois enclaves no Norte de África — Ceuta e Malilla –, e nenhum deles localizado no Saara, o que implicaria construir um muro em território estrangeiro.

Chegadas a Espanha desde 2017 equivalem a metade do total dos últimos 20 anos