Chama-se Alexa e é a empregada para todo o serviço. Pelo menos no que diz respeito à Amazon, a mesmo empresa que desenvolveu equipamentos similares para fins residenciais. O agora denominado Echo Auto prevê desempenhar as mesmas funções, mas dentro de um veículo de quatro rodas.

O objectivo é permitir ao condutor que, através de comandos de voz, possa perguntar à Alexa  a morada do restaurante onde tem de estar dali a 15 minutos, a que horas chega o avião que traz os seus filhos de regresso a casa, qual a cotação do dia de determinada moeda ou acção, ou o que quer que seja que se possa resolver à custa de uma navegação pela Internet.

Para que tudo funcione na perfeição, não é necessário mudar de carro, bastando que o seu veículo esteja equipado com rádio FM e você possua um smartphone, através do qual a Alexa possa aceder à Internet. Depois, basta esperar que a Alexa faça a sua magia e exiba as suas 50.000 habilidades, segundo o fabricante.

Para captar correctamente a voz do condutor – ou de quem pretender utilizar o sistema –, o sistema recorre a oito pequenos microfones, para que o Echo Auto não confunda “género humano” com “Manuel Germano”, ou qualquer outra coisa.

O Echo Auto custa apenas 25€, na fase de arranque e nos países em que está disponível, assumindo-se como o mais sofisticado e completo sistema de mãos livres.