Três suspeitos de agredirem dois militares da GNR, na quinta-feira, no parque de estacionamento de um supermercado em Benavente, Santarém, ficaram esta sexta-feira em prisão preventiva, informou fonte da guarda.

“Os suspeitos foram presentes a primeiro interrogatório judicial e três deles ficaram em prisão preventiva, enquanto um quarto elemento ficou com Termo de Identidade e Residência”, disse à Lusa fonte da GNR.

Segundo a GNR, os agressores estavam a causar distúrbios e a agredir um funcionário que descarregava mercadoria, no parque de estacionamento de um supermercado. Os dois militares da GNR de Benavente deslocaram-se para o local e quando abordaram os suspeitos, com idades entre os 18 e os 26 anos, estes partiram para a agressão física, sendo necessário o reforço de meios no local para efetuar as detenções.

“Os militares sofreram ferimentos, um deles acabou mesmo por ser atingido com o bastão na cabeça, que lhe provocou um hematoma. Foram sujeitos a vários exames médicos, mas felizmente não apresentam nenhum ferimento grave”, acrescentou a mesma fonte.