2018 está a ser um ano em grande para a família real britânica. Depois de, a 19 de maio, o príncipe Harry ter casado com uma norte-americana (com ascendência africana do lado da mãe), plebeia e divorciada, chegou a vez do primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo dentro da família alargada da coroa britânica, assegura a Vanity Fair. No passado sábado, Ivar Mountbatten, primo em terceiro grau da rainha Isabel II, casou com o companheiro James Coyle. Se já antes a união entre Harry e Meghan Markle fez história, o que dizer deste acontecimento?

Aos 55 anos, Mountbatten, que, tal como Isabel II, é um descendente direto da rainha Victoria, é o primeiro membro da família alargada da monarquia britânica a juntar-se oficialmente a uma pessoa do mesmo sexo. Em 2011, Mountbatten divorciou-se da mulher, Penny, que no passado sábado ficou encarregue de o levar ao altar — os dois continuaram amigos e são pais de três raparigas (Alexandra, Ella e Louise).

Ivar Mountbatten sempre se mostrou zeloso da sua bissexualidade até há dois anos, quando decidiu falar abertamente sobre o assunto. Conheceu o agora marido em 2014, mas só recentemente decidiram casar. A cerimónia aconteceu numa capela privada em Bridwell Park, na casa de família de Mountbatten. No Instagram, Ivar Mountbatten partilhou uma fotografia alusiva à cerimónia onde conta que, apesar do “clima britânico miserável”, o dia foi “surpreendente” e o serviço prestado foi “fabuloso”.