Um incêndio de “grandes proporções” está a consomir na manhã desta terça-feira uma sucata em S. Pedro da Cova, Gondomar, no distrito do Porto, indicaram à Lusa fontes da Proteção Civil.

“É um incêndio de grandes proporções, mas neste momento não é possível adiantar mais dados. São materiais perigosos por serem ferrosos”, disse à Lusa o segundo comandante dos Bombeiros Voluntários de São Pedro da Cova, Mário Ferreira, que acompanhava um outro foco de incêndio florestal na mesma freguesia, mas já em fase de rescaldo.

O alerta foi dado cerca das 10h00 da manhã e de acordo com a página da Proteção Civil no local, pelas 11h30, estavam 55 homens apoiados por 20 viaturas. Em causa está a empresa Júlio Rodrigues, uma sucata de carros localizada na avenida D. Miguel, São Pedro da Cova, concelho de Gondomar, em direção ao concelho de Valongo.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Junta de São Pedro da Cova, Pedro Vieira, contou que as pessoas que se encontravam nas imediações da estrada “estão a ser retiradas” e descreveu um cenário “complicado” devido às explosões causadas pelo rebentamento de botijas de gás e oxigénio.

A coluna de fumo é visível do concelho do Porto e no local, ainda que afastado do foco de incêndio devido ao perímetro de segurança montado pela GNR, é possível ouvir explosões.