O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta quinta-feira acompanhar “com todo o interesse” a investigação criminal sobre o caso de Tancos, recordando que sempre insistiu no apuramento “do que se passou”.

À margem da IV Cimeira do Turismo, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que no “último ano e alguns meses” sempre insistiu “pelo apuramento do que se passou em Tancos”. “Sempre disse que uma investigação criminal era fundamental”, reforçou.