Tancos. Diretor da PJ Militar confessa encenação

O diretor da Polícia Judiciária Militar terá confessado ao juiz de instrução que o reaparecimento do armamento roubado foi encenado. Dados de antenas e portagens contrariam relato inicial.

Por Ana Cristina Marques