Hotelaria

Grupo Pestana investe 44 milhões em cinco novos hotéis em Lisboa e Porto

O Pestana Hotel Group (PHG) vai investir 44 milhões de euros na abertura de cinco novos hotéis em Lisboa e Porto, anunciou o administrador responsável pelo desenvolvimento do grupo, José Roquette.

O Pestana Palace, em Lisboa, é um dos hotéis mais emblemáticos da cadeia de Dionísio Pestana

Hotel Pestana Palace

Autor
  • Agência Lusa

O Pestana Hotel Group (PHG) vai investir 44 milhões de euros na abertura de cinco novos hotéis em Lisboa e Porto, anunciou o administrador responsável pelo desenvolvimento do grupo, José Roquette. Num encontro com os jornalistas, em Lisboa, o responsável explicou que na capital do país irão abrir, em 2019, uma unidade de quatro estrelas na Rua Braamcamp, com 90 unidades de alojamento (sendo cerca de 70% suítes), e outra, em 2020, junto ao Arco da Rua Augusta, com 89 quartos e classificada com quatro estrelas.

Estas unidades hoteleiras contam com um investimento de sete milhões de euros cada. “Faltavam-nos hotéis de quatro estrelas em zonas muito comerciais. Ficamos com mais 200 quartos no centro de Lisboa. São alugueres”, explicou José Roquette.

Em janeiro, José Roquette tinha admitido que o grupo gostaria de reforçar a presença em Lisboa, mas que — à semelhança do que se têm ‘queixado’ outros grupos hoteleiros — o imobiliário estava muito caro.

No Porto, o PHG estima inaugurar, em novembro, o primeiro City Center & Historical Hotel dedicado à filigrana portuguesa. Esta nova unidade é constituída por 43 quartos, um museu com oficina de filigrana e uma loja. O Pestana Porto — Goldsmith é um hotel de quatro estrelas, na Avenida dos Aliados, e não implicará investimento, pois ao grupo caberá a gestão desta unidade. O investimento cabe a David Rosas.

O outro projeto no Porto tem abertura prevista para 2019 e trata-se de uma Pousada de Portugal na Rua das Flores, com capacidade de 87 quartos, num investimento de 14 milhões de euros.

O grupo tem ainda previsto investir 16 milhões de euros num novo hotel na área do Freixo, junto ao rio Douro, com 167 quartos. “Este é um projeto que o nosso acionista [Dionísio Pestana] sonhou durante muito tempo”, afirmou José Roquette.

Estas cinco unidades nas duas principais cidades do país farão, segundo o responsável, alterar “a dependência do grupo”, passando a ter “mais equilíbrio” na sua oferta hoteleira.

Em termos de expansão internacional, e tal como tinha sido noticiado em 12 de setembro, o grupo Pestana, em parceria com o futebolista Cristiano Ronaldo, vai abrir em Paris, França, o sexto hotel da marca Pestana CR7, num investimento de 60 milhões de euros.

Esta unidade, que deverá abrir em 2023, terá quatro estrelas e contará com 210 quartos, sendo a “que tem maior capacidade até à data. Está localizada na Rive Gauche, próximo do Sena, entre as gares de Austerlitz e Lyon”, segundo o grupo.

“À semelhança das outras cinco unidades hoteleiras da marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels, esta é uma parceria de investimento 50-50 entre o Pestana Hotel Group e Cristiano Ronaldo”, na qual a gestão fica a cargo da empresa, detalhou o grupo nesse dia.

O futebolista, citado no comunicado, disse que “faz todo o sentido a marca Pestana CR7 implementar-se em Paris, uma das cidades mais visitadas do mundo”.

“Com esta conquista, rumamos à duplicação do portefólio da marca, com uma expansão maioritariamente internacional que reforça a sua visibilidade global”, afirmou, na altura, José Roquette, Chief Development Officer do Pestana Hotel Group.

A marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels conta neste momento com duas unidades, em Lisboa e no Funchal, mas estão previstas aberturas em Madrid, Nova Iorque, Marraquexe e Paris, num total de 800 quartos.

José Roquette reafirmou hoje que a aposta do grupo no estrangeiro centrar-se-á, essencialmente, na Europa e Estados Unidos da América. As prioridades são a “afirmação europeia como cadeia internacional” e “perseguir o sonho americano”, lembrou José Roquette.

Em janeiro, o responsável já tinha destacado que o grupo tinha “o plano de expansão mais ambicioso de sempre”, de projetos de mais de 200 milhões de euros, mantendo sempre o mesmo foco: diversificação, quer de mercados, de marcas, de controlo de propriedade ou gestão, entre outros.

Atualmente, tem 20 hotéis em fase de desenvolvimento, estando a negociar outros, prevendo 10 aberturas nos próximos 18 meses e outras dez nos dois a três anos seguintes. “Vamos ter 3.500 novos quartos nos próximos três a cinco anos, ultrapassando os 15.000 quartos”, concluiu. O PHG tem e gere cerca de 90 unidades em 15 países.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Civilização

A evidência é desprezada?

António Cruz Gomes

Ainda que nascidos transitórios – para viver no mundo, com o mundo e pelo mundo – fomos indelevelmente marcados por uma aspiração transcendental.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)