Saúde

Avaria elétrica no INEM resolvida

O funcionamento dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) que estava condicionado desde a noite de quarta-feira já está resolvido, anunciou fonte do INEM.

NUNO VEIGA/LUSA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A avaria na central elétrica que condicionou o funcionamento dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) desde a noite de quarta-feira ficou resolvida pelas 04h00, disse fonte do INEM. Segundo disse a mesma fonte à Lusa, apesar da avaria elétrica, os CODU atenderam sempre as chamadas de emergência “com recurso ao plano de contingência” definido na quarta-feira à noite.

Uma avaria elétrica condicionou desde as 23h20 de quarta-feira o funcionamento dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes, o que obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica a ativar o plano de contingência da linha de emergência 112.

“No sentido de poder continuar a garantir o trabalho regular dos CODU, e enquanto a empresa corrige a avaria, o INEM ativou no imediato o seu plano de contingência, solicitando aos centros operacionais 112 que o encaminhamento das chamadas referentes a situações de saúde fosse realizado para os telemóveis de reserva disponíveis nos CODU para utilização neste tipo de situações, garantindo deste modo a continuidade do funcionamento dos CODU”, explicou o INEM num comunicado enviado à agência Lusa na quarta-feira.

“Todas as situações referentes a aconselhamento têm à sua disposição o número do centro de contacto do Serviço Nacional de Saúde, através do 808 24 24 24, o que permitirá que aos CODU cheguem apenas chamadas de verdadeiras emergências médicas”, acrescentava a nota.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)