Turquia

Turquia só sai da Síria depois de se fazerem eleições, garante Erdogan

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, diz que a Turquia não vai abandonar as zonas que controla na Síria até que os seus habitantes participem em eleições.

STR/EPA

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse esta quinta-feira que a Turquia não vai abandonar as zonas que controla na Síria até que os seus habitantes participem em eleições.

Erdogan fez a afirmação em Istambul, no encerramento de um fórum internacional.

A Turquia enviou militares para a Síria em agosto de 2016, para expulsar milicianos do grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico de uma área fronteiriça.

Uma operação similar foi lançada no início deste ano no enclave de Afrin, no norte da Síria, para de lá expulsar os combatentes curdos, que Ancara considera terroristas.

Erdogan disse: “Quando o povo da Síria fizer as suas eleições — depois das eleições é quando deixaremos a Síria aos seus proprietários e sairemos”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições Europeias

Não há eleições europeias /premium

João Marques de Almeida

O parlamento europeu serve sobretudo para reforçar o poder dos grandes países, cujos partidos dominam os grupos políticos e, principalmente, as comissões parlamentares se fazem as emendas legislativas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)