Curiosidades Auto

Como é que este 356 foi parar dentro de água?

O dono deste 356 estacionou-o no local habitual, próximo do escritório e de um canal londrino. Quando regressou, o automóvel estava a fazer de barco, flutuando dentro de água. O que terá acontecido?

Quando estacionamos o nosso automóvel nalgum local, partimos do princípio que iremos encontrá-lo onde o deixámos, idealmente sem riscos ou mossas. O que certamente não pensamos é encontrá-lo dentro de água, quando o deixámos “a seco”, para mais numa zona com pouco trânsito, onde os condutores vão em busca de um lugar tranquilo onde abandonar por momentos a sua viatura. Daí a surpresa do proprietário deste Porsche 356 Cabriolet.

A explicação para esta transferência do 356 da classe dos automóveis para os barcos – e em breve, dos submarinos, pois não deverá ficar a flutuar eternamente – apoquentou o dono durante algum tempo, sem saber se a culpa teria sido sua. Ter-se-ia esquecido de o travar, ou engatar? Depois de muito reflectir, foi pedir ajuda ao Pedlar Coffee, um café ao lado do seu escritório, que sabia possuir um circuito de vídeo para controlar o que acontece à frente do estabelecimento. E fez-se luz: afinal alguém atirou o seu Porsche clássico para a água.

Numa manobra mais ousada, o condutor de um furgão de carga da empresa de aluguer Sixt, ao estacionar de marcha-atrás a uma velocidade nada recomendável, nem se apercebeu que o lugar para onde estava a dirigir o furgão já estava ocupado pelo 356 Cabriolet. A manobra acaba por ser hilariante, mas só porque o Porsche clássico não é nosso. E nem mesmo o facto de se tratar de uma réplica, em vez de um modelo original, o que obviamente faria disparar o prejuízo, animou minimamente o dono do 356 azul claro, que numa das fotos já parece estar a despedir-se do farol do lado esquerdo.

Depois de ter descoberto o culpado, e logo alimentar alguma esperança do seguro do furgão lhe permitir recuperar o clássico, o dono do Porsche lá conseguiu encarar a situação com algum humor, postando tudo no Twitter, mesmo o vídeo do CCTV do café do lado. E as imagens falam por si…

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eleições no Brasil

O solipsismo colectivo /premium

Paulo Tunhas

Os missionários de esquerda vivem isolados do mundo numa bolha que generosamente lhes permite uma espécie de solipsismo colectivo. Só eles, como um todo, existem, só eles são dotados de alma.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)