Porsche

Este Porsche 919 Hybrid custa um balúrdio: 12.700€

Balúrdio e 12.700€ parece ser uma contradição, tratando-se de um Porsche. Mas é mesmo este o preço que o construtor de Estugarda cobra por um 919 Hybrid, ‘igual’ ao que bateu o recorde em Nürburgring.

São raros os casos dos (verdadeiros) amantes de automóveis que não possuem uma réplica – nem que seja uma daquelas baratinhas da Hot Wheels. Ora o que a Porsche propõe é exactamente isso mesmo, uma réplica, mas não propriamente por um valor acessível. São 14.689 dólares, o que à cotação de hoje dá qualquer coisa como 12.742€, por um 919 Hybrid, o carro de competição que bateu o recorde em Nürburgring mas à escala 1:8.

Segundo a marca, esta miniatura dá um grande trabalho: mais de 3.000 horas, para permitir que reproduza o original com uma fidelidade tal que impressiona. A ponto de, por exemplo, a réplica abrir as portas e dar a ver em detalhe o interior, da mesma forma que levantando o capot se descobre uma recriação da motorização híbrida que anima o 919, inclusive o motor 2.0 turbo de quatro cilindros.

Estanho e alumínio são alguns dos materiais usados na concepção deste 919 Hybrid em ponto pequeno, cuja produção se cinge a uma edição limitada a 100 unidades. Cada uma delas pelo preço que referimos logo acima, embora isso não pareça ser impeditivo de uma grande procura. Para se ter uma ideia, 96 exemplares, devidamente numerados, tem já cliente certo. Restam, portanto, apenas quatro, pelo que não será de surpreender se, em breve, esgotar.

Cada unidade é entregue com um expositor com os detalhes mecânicos do 919 Hybrid – o original, ou seja, aquele que não só anda (mesmo) como é um recordista na sua classe.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt
África do sul

África do Sul – Que Futuro?

Jaime Nogueira Pinto

Em vésperas de eleições, a República da África do Sul vive dias instáveis, entre a democracia e a cleptocracia. E radicalização de um ANC em quebra eleitoral pode por em causa os equilíbrios do regime

Governo

A famiglia não se escolhe? /premium

Alberto Gonçalves
364

Se ainda não se restringiu o executivo aos parentes consanguíneos ou afins do dr. Costa, eventualidade que defenderia com empenho, a verdade é que se realizaram amplos progressos na área do nepotismo

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)