A adaptação da alemã Opel (e Vauxhall) aos franceses da PSA, e ao rumo imposto pelo CEO português Carlos Tavares, continua. Apostada em cortar em tudo o que perde dinheiro, a Opel anunciou que vão desaparecer o Adam, o Karl e o Cascada.

O primeiro faz sentido porque assenta na plataforma do actual Corsa, sendo pesada para o carro em causa; o Karl porque vem da Coreia do Sul, de uma fábrica da General Motors (o que sai caro à PSA); e o Cascada porque, apesar de ser um excelente produto, não há muitos clientes desejosos de adquirir um cabrio de uma marca generalista.

Estas baixas surgem depois de, no início do ano, a Opel ter informado que o Zafira e o Astra GTC de três portas não iriam ter substituto. Mas nem tudo são más notícias para a marca alemã do Grupo PSA que, apesar de ser germânica, tem o maior potencial de vendas do conglomerado francês, isto porque é considerada “marca da casa” em dois dos maiores mercados europeus: Alemanha e Inglaterra.

Na actual situação de redução drástica de emissões de CO2, é nossa responsabilidade garantir o futuro da nossa empresa e dos nossos concessionários propondo um conjunto de modelos mais competitivos, tanto ligeiros de passageiros como veículos comerciais”, sublinha o CEO da Opel, Michael Lohscheller.

Daí que a marca germânica, de propriedade gaulesa, se prepare para lançar oito novos veículos até 2020, entre veículos para passageiros e comerciais.

O Opel Vivaro é um deles, furgão que até aqui tinha como base a Renault Traffic e que, obviamente, passará a utilizar uma plataforma PSA. No início de 2020 surgirá o sucessor do actual Mokka X, que terá de se diferenciar mais do Crossland X, mas que terá uma palavra a dizer no incremento de vendas dos SUV, um pouco à semelhança do que a Volkswagen faz com o T-Cross. Novos serão igualmente a versão híbrida plug-in do Grandland X e o novo Corsa eléctrico, que se apoiará na mesma plataforma do futuro Peugeot 208. Com a garantia de que, até final de 2020, a Opel oferecerá quatro modelos electrificados (ou seja, eléctricos e híbridos plug-in).