Depois de Lisboa e Porto, a Taxify chegou a Braga, a segunda cidade do norte escolhida para a expansão da plataforma de mobilidade europeia, anunciou a empresa esta quarta-feira em comunicado. Os motoristas já estão a aceitar as primeiras viagens na cidade.

A empresa, que chegou a Portugal em janeiro deste ano, explicou que o alargamento do serviço vem na sequência “do sucesso no Porto” e do pedido de vários utilizadores para que a plataforma estivesse presente em mais cidades do norte do país, de forma a facilitar o transporte nesses locais.

“A chegada a Braga tornou-se o passo natural a tomar. É sem dúvida uma cidade importante do Norte do país, com mais de 2000 anos de história e que une a tradição e a inovação. Com esta expansão, pretendemos que a Taxify facilite o transporte em Braga e, também, entre as várias cidades do norte do país”, disse David Ferreira da Silva, responsável pela Taxify em Portugal.

A Taxify, que em Portugal conta com mais três concorrentes — Uber, Cabify e a mais recente Chauffeur Privé –, anunciou no mês passado a introdução (para já apenas em Lisboa) de um preço fixo antes dos clientes iniciarem a viagem para o destino que escolheram, ao contrário da estimativa de valores que era feita anteriormente.

Acabou a incerteza sobre os preços da Taxify: utilizadores vão saber valor final antes da viagem

Fundada em 2013 por Markus e Martin Villig, a Taxify já atingiu os 15 milhões de utilizadores em mais de 20 países e conta atualmente com cerca de 500 mil motoristas a utilizar a plataforma como emprego a tempo inteiro ou segundo emprego.