O primeiro-ministro, António Costa, considerou esta segunda-feira que, com a apresentação da proposta de Orçamento do Estado no parlamento, encontrou-se o momento ideal para dar “uma dinâmica renovada” ao Governo, tendo em vista o cumprimento do seu programa.

António Costa falava aos jornalistas após a cerimónia de posse dos quatro novos ministros da Defesa, João Gomes Cravinho, da Saúde, Marta Temido, da Economia, Pedro Siza Vieira, e da Cultura, Graça Fonseca. O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, também foi empossado colmo titular da pasta da Transição Energética.

“A proposta de Orçamento do Estado para 2019 que o Governo vai apresentar à Assembleia da República é momento para darmos uma dinâmica renovada à execução do Programa do Governo. Por outro lado, parece-me também oportuno proceder a duas alterações orgânicas que têm a ver com a ideia de dar uma nova centralidade à política económica no centro do Governo e de tratar o tema da transição energética como crucial para o futuro do ambiente”, declarou o primeiro-ministro.