Eurogrupo

Centeno reitera que Roma tem que cumprir regras e lembra capacidade da UE de resistir a crises

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, disse que Itália terá que cumprir as regras orçamentais, tal como todos os outros países do euro e salientou a capacidade da UE para resistir a crises.

"Temos procedimentos e regras, estamos todos comprometidos com o cumprimento das regras"

RODRIGO ANTUNES/EPA

Autor
  • Agência Lusa

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, disse esta quinta-feira que Itália terá que cumprir as regras orçamentais, tal como todos os outros países do euro e salientou a capacidade da União Europeia (UE) para resistir a crises.

“Temos procedimentos e regras, estamos todos comprometidos com o cumprimento das regras”, disse Centeno, à entrada para o Conselho Europeu, que esta quinta-feira inclui uma cimeira da zona euro em formato inclusivo.

“Há diálogos construtivos a decorrer e a nossa função é a de produzir planos orçamentais de acordo com as regras e que reforcem a nossa moeda comum”, sublinhou o também ministro das Finanças português, lembrando que a questão do orçamento italiano não está na agenda dos trabalhos e será discutido “na altura devida”. A Europa mostrou ao longo da última década uma capacidade de se reformar e de resistir às crises”, disse ainda.

Na última reunião do Eurogrupo, no dia 1, no Luxemburgo, tanto Mário Centeno quanto o comissário europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, salientaram que a proposta de Roma de aumentar o défice está “fora das regras europeias”.

O Governo italiano propôs em setembro aumentar o défice para os próximos três anos até 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB), como pediam os dois partidos que formam o executivo de coligação, o Movimento Cinco Estrelas (M5S) e a Liga, e contra os avisos do ministro da Economia, Giovanni Tria, que não queria subir o défice acima de 1,6%.

A decisão surge no chamado Documento de Economia e Finanças (DEF), que Itália publica anualmente e que apresenta o quadro macroeconómico para o país para o ano em curso e os objetivos para o triénio seguinte.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)