A Apple anunciou um novo evento para este outono, que terá lugar na Brooklyn Academy of Music, em Nova Iorque. Os convites para o evento, que decorrerá a 30 de outubro, chegaram aos jornalistas com um design totalmente original e com uma frase por baixo do logótipo, que dá a entender que o gigante tecnológico americano quer apresentar mais novidades este ano, avança o The Verge.

“There’s more in the making” (há mais a ser feito, em português) não deixa margem para dúvidas de que a Apple ambiciona apresentar novos produtos este outono. O mais esperado é o iPad Pro, o novo tablet da gama, que segundo os rumores será mais fino, terá reconhecimento facial e ultrapassará tecnologicamente os iPhone pela primeira vez.

É esperado que no próximo iPad Pro a entrada de carregamento e transferência de ficheiro do formato da Apple, o Lighting, seja alterada para o USB-C (o novo formato universal que já é utilizado nos novos MacBook e na maioria dos smartphones mais modernos). Pensa-se também que o novo iPad Pro estará disponível em dois tamanhos, 11 e 12,9 polegadas.

A alteração para a entrada USB-C não é nova num dispositivo móvel da Apple. Os MacBook usam esta entrada para carregamento. Segundo os rumores, a novidade é que a marca vai abdicar do lighting, o formato próprio da Apple, para adotar um carregador universal. É preciso esperar para confirmar se a empresa vai optar por este novo formato.

Espera-se que, a 30 de outubro, também seja apresentado o sucessor do computador portátil MacBook Air que, segundo a Bloomberg, será mais fino e terá uma retina de alta definição e integrará a nova gama e computadores Apple de baixo custo. Segundo a fonte da Bloomberg, os novos Mac Mini poderão chegar brevemente ao mercado, tendo como público alvo os utilizadores de computadores da marca, como os programadores.

No que diz respeito ao software, é provável que a Apple partilhe mais detalhes sobre o iOS 12, que, pelo que se sabe, terá FaceTime de grupo.