A Basílica da Sagrada Família, em Barcelona, não tem licença de construção desde que foi construída, por isso, e para regularizar a situação vai pagar uma multa de 36 milhões de euros. O acordo foi feito entre a presidente da câmara de Barcelona, Ana Colau, e a Junta Construtora do templo, avança a BBC.

Todas as construções implicam uma licença de construção e esta demorou mais de 130 anos a chegar. O acordo foi realizado de modo a regularizar a situação durante o próximo ano e vai ser faseado durante os próximos 10. O dinheiro pago irá ser canalizado para os transportes públicos, para a abertura de um acesso direto ao metro e para trabalhos de urbanização das ruas em torno do monumento.

A presidente catalã considerou o ”acordo histórico” e e lembrou que muitos lhe diziam que “se ninguém o tinha conseguido em 130 anos, não seriam eles a conseguir”.

Com cerca de 4,5 milhões de visitantes por ano e considerada uma das maiores atrações turísticas de Espanha, foi projetada pelo arquiteto Antoni Gaudí e começou a ser construída em 1882. No entanto, os trabalhos de construção foram suspendidos quando o arquiteto morreu.  Agora, os trabalhos de construção deverão estar concluídos em 2026, ano centenário da morte de Gaudí.