O espanhol Jorge Lorenzo (Ducati) desistiu esta sexta-feira de participar no Grande Prémio do Japão de MotoGP, devido a uma fratura no pulso esquerdo sofrida há duas semanas, na Tailândia.

O antigo campeão mundial, que se despede esta época da Ducati antes de rumar à Honda, disse que não se sentia cómodo em cima da mota. “Estou triste, mas ia ser muito complicado participar nesta corrida. Inclusivamente, senti-me pior do que esperava. Nas travagens não podia apoiar-me [na mão esquerda] nem dez por cento. Sendo tão lento, tão incómodo e sentir-me tão inseguro com a mota, não fazia sentido continuar”, explicou o piloto de Palma de Maiorca.

A participação na próxima prova, na Austrália, também está em dúvida. “Não sei o que vai acontecer nestes seis dias. Imagino que se em 14 dias não recuperei muito, em seis será complicado melhorar”, sublinhou o piloto espanhol.

Jorge Lorenzo é, atualmente, o quinto classificado do campeonato do muno de MotoGP, com 130 pontos, a 141 do líder, o compatriota Marc Márquez. Esta temporada soma três vitórias e um segundo lugar.