Jair Bolsonaro continua a liderar as intenções de voto para a segunda volta das eleições presidenciais do Brasil. De acordo com a mais recente sondagem do instituto MDA, encomendada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), 57% dos eleitores votarão no candidato do Partido Social Liberal (PSL), no próximo domingo.

Bolsonaro continua assim a manter uma distância considerável face ao adversário do Partido dos Trabalhadores (PT). Segundo a sondagem divulgada esta segunda-feira — a primeira realizada pelo MDA e encomendada pela CNT para a segunda volta da eleições — , Fernando Haddad tem apenas 43% das intenções de voto. Estas sondagens contaram com a participação de 2002 pessoas.

Na última sondagem da Datafolha, publicada na passada quinta-feira, Bolsonaro tinha 59% de intenções de voto. A distância entre os dois candidatos a ocupar o cargo de presidente do Brasil é menor. No entanto, essa alteração pode dever-se ao facto de ambas as sondagens não terem sido realizadas pela mesma empresa.

Quanto à taxa de rejeição, as mesmas sondagens revelaram que 51,4% dos entrevistados afirmaram que não votariam em Haddad de forma alguma. Já Bolsonaro foi rejeitado por 42,7% dos entrevistados. Na última sondagem da Datafolha, 54% dos eleitores dizem que não votariam em Haddad. Outros 41% dizem o mesmo de Bolsonaro.

Na primeira volta da eleições presidenciais, Haddad conquistou mais de 28% dos votos, ficando atrás de Bolsonaro que venceu com mais de 46% votos. No próximo domingo, os dois candidatos vão disputar a segunda volta.