O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai i20), líder do Mundial de ralis, despistou-se esta quinta-feira no shakedown do Rali da Catalunha, 12.ª e penúltima prova do campeonato, em Salou. Na segunda passagem pelo troço com dois quilómetros de extensão, o Hyundai do belga capotou numa curva à direita, num acidente sem consequências para o piloto e o copiloto Nicolas Gilsoul.

“Era uma curva apertada à direita, eu entrei mais a direito e os rastos estavam mais profundos do que na primeira passagem. O carro levantou em duas rodas, eu tentei salvar a situação, mas não consegui”, explicou o vencedor dos ralis da Suécia, de Portugal e da Sardenha.

A equipa de assistência da marca sul-coreana começou imediatamente a reparar o carro, a fim de estar apto para o arranque do rali catalão, marcado para esta tarde, no centro de Barcelona. “É um bom presságio, porque, há alguns anos, também capotei na Alemanha e ganhei o rali. Por isso, vamos fazer figas e esperar que se repita o cenário neste fim de semana”, recordou Neuville.

Na classificação de pilotos, o belga, que persegue o seu primeiro título mundial, conta com sete pontos de avanço sobre o francês e pentacampeão do mundo Sébastien Ogier (Ford Fiesta), segundo classificado, e 21 sobre o estónio Ott Tänak (Toyota Yaris), terceiro.