Transportes Aéreos

Brasil terá 54 novos voos internacionais, cinco deles para Portugal, até abril de 2019

O Brasil vai ter 54 novos voos internacionais e 44 novas frequências por semana nos próximos seis meses, o que irá resultar num "novo impulso para o turismo", anunciou o Governo brasileiro.

CIA AEREA AZUL / HANDOUT/EPA

O Brasil vai ter 54 novos voos internacionais e 44 novas frequências por semana, incluindo cinco para Portugal, nos próximos seis meses, o que irá resultar num “novo impulso para o turismo”, anunciou o Governo brasileiro.

A companhia aérea AZUL garante atualmente sete frequências semanais que ligam Lisboa a Campinas, no estado de São Paulo e, com a nova previsão, passará a ter mais cinco viagens operadas pelo mesmo voo, totalizando 12 frequências semanais.

Neste mês de outubro, foram registados 13 voos por semana, de Portugal para o Brasil, com 72 viagens semanais. Para além de Portugal, os novos voos incluirão ligações a Israel, Itália, Holanda, França, Reino Unido, Argentina, Bolívia, Equador, Chile, Paraguai e Estados Unidos.

Ao todo, serão 144 frequências semanais de cariz internacional, numa soma entre os 54 novos voos, 44 novas frequências e as 46 já existentes. O número de frequências corresponde à quantidade de viagens que um mesmo voo opera numa semana. Por exemplo, o voo que liga Lisboa a Brasília, operado pela companhia aérea TAP, faz sete frequências (viagens) por semana.

De acordo com Joaquim Neto, analista do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), o aumento do número de voos e frequências é uma consequência das “mudanças de equipamentos das empresas aéreas” e do “aumento expressivo na procura dos turistas pelo país”.

“A aviação é um elemento essencial para a atração de turistas ao Brasil. Os voos diretos facilitam e geram maior interesse do visitante internacional, que procura conforto e variedade nas ofertas”, disse o representante do Instituto.

Ainda de acordo com o comunicado, durante o corrente mês de outubro houve um aumento de 2,30% na oferta mensal de voos, em comparação com o mesmo período de 2017 (5.138 para 5.256 frequências mensais) e, ainda, um acréscimo de 5,53% nos lugares disponíveis em cada voo, passando de 1.154.696 para 1.218.526.

A América Latina é a região que mais voos opera com destino ao Brasil, contabilizando 659 frequências semanais diretas, segundo o Governo brasileiro. Seguem-se a Europa (245), a América do Norte (208), África (42) e Ásia (33).

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)