Politicamente Correto

Megyn Kelly, apresentadora da NBC, deixa de apresentar o Today depois de comentário considerado racista

219

Megyn Kelly, uma das apresentadoras do programa matinal da NBC, defendeu que no Halloween não era errado mascarar-se de negro pintando a cara. Agora, está de saída do programa.

Megyn Kelly é uma conhecida apresentadora norte-americana

MANDEL NGAN/AFP/Getty Images

A apresentadora norte-americana Megyn Kelly, do programa matinal Today (que, em Portugal, é equivalente ao Queridas Manhãs ou ao Você na TV!) vai deixar de trabalhar para a NBC. A saída da personalidade do canal ainda está a ser negociada, avança o The New York Times. Em causa está a polémica que surgiu depois de, na terça-feira, Kelly ter afirmado que não havia problema em as crianças pintarem a cara de negro nas máscaras para o Halloween.

[Os vídeos com os comentário de Megyn Kelly que geraram polémica, em que discute máscaras de Halloween que não são consensuais] 

A apresentadora defendeu ainda outra personalidade americana, Luann de Lesseps, por ter pintado a cara quando se mascarou de Diana Ross, uma cantora negra. “Porque é que é racista? Se és uma pessoa branca e queres pintar a cara de preto ou se és uma pessoa negra e queres pintar de branco… Quando era uma criança não havia mal, desde que fosse claro que era uma máscara”, disse Kelly. Na mesa de discussão, os outros convidados discordaram. Num programa seguinte, Megyn Kelly apresentou um pedido de desculpas pela opinião que expressou.

[O vídeo em que Megyn Kelly pede desculpas por ter defendido que não é ofensivo pintar a cara para se mascarar de uma pessoa negra]

Kelly foi para a NBC depois de ter saído da Fox News onde, como jornalista, confrontou o então candidato republicano, Donald Trump, atual presidente norte-americano, durante um debate. A passagem para a NBC incluiu um contrato de 69 milhões de dólares.

No Today, esta não foi a primeira polémica. Kelly ofendeu também personalidades como Jane Fonda e Debra Messing e manifestou dúvidas quanto a algumas acusações de assédio sexual do movimento #MeToo, tendo defendido o juiz do supremo tribunal norte-americano, Brett Kavanaugh, depois de este ter sido acusado de violação.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mmachado@observador.pt
Crianças

Os chimpanzés não contam histórias

Eduardo Sá
3.089

Uma escola de Barcelona retirou livros como "A Bela Adormecida" e o "Capuchinho Vermelho", por as considerarem histórias tóxicas ou sexistas. E o mais grave é que esta onda populista não parece parar.

Politicamente Correto

A confusão dos géneros

Gonçalo Forjaz
532

A evolução do acrónimo LGBT é reveladora, crescendo até LGBTQIA e tendo agora fórmula final sugestiva: LGBTQIA+. Ou seja, um zoófilo, um pansexual ou um poliamoroso terão que se limitar à categoria +

Politicamente Correto

Bem-vindos à ditadura do sem /premium

Helena Matos
10.332

Sem sexo. Sem glúten. Sem lactose. Sem nomes. Sem carne. Sem peixe. Sem pai nem mãe. Sem gorduras. Sem cor... Aterrados com o sermos a “favor de” transformámos o quotidiano numa casa de pânico. 

Crónica

Falsas notícias e nobres mentiras /premium

Paulo Tunhas

Mentir é necessário para preservar a identidade cívica, a mentira é uma droga que deve sempre ser administrada aos governados para o seu próprio benefício – uma droga útil, porque conducente à virtude

Igreja Católica

Tríptico europeu /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

A Europa do terceiro milénio, perdida a sua identidade cristã, que era a razão de ser da sua unidade e grandeza, é um continente à deriva.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)