A Autoeuropa inicia este sábado uma paragem de uma semana devido à falta de componentes para a montagem de veículos na fábrica de automóveis da Volkswagen, em Palmela.

“Devido à falta de componentes nas fábricas de motores, vemo-nos obrigados a fazer as seguintes alterações ao calendário de produção: 29, 30 e 31 de outubro serão `downdays´ (dias de não produção) coletivos”, justifica a empresa numa comunicação interna aos trabalhadores.

No comunicado, a que a agência Lusa teve acesso, a Administração da Autoeuropa sublinha que se trata de uma situação que está a afetar outras fábricas do grupo Volkswagen e que não é exclusiva da fábrica de Palmela.

A paragem de produção ocorre dois dias depois de ter sido alcançado um novo pré-acordo laboral entre a Comissão de Trabalhadores e a Administração da empresa, que prevê o pagamento do trabalho ao domingo a 100%, que era uma das principais reivindicações dos trabalhadores da Autoeuropa.

Devido ao encerramento temporário da fábrica, os plenários para discussão do novo pré-acordo laboral só deverão realizar-se a partir de 05 de novembro.