O juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães decretou esta sexta-feira a prisão preventiva a dois homens detidos na quinta-feira pela GNR em Tabuaças, Vieira do Minho, pela presumível autoria de roubos na via pública a quatro idosas.

Fonte policial disse à Lusa que nos roubos participou ainda um menor de 14 anos, que vai ficar internado em centro educativo.

Segundo a GNR, os roubos registaram-se todos na quarta-feira, tendo um ocorrido em Chaves, outro em Montalegre e dois em Vieira do Minho.

“O ‘modus operandi’ dos indivíduos consistia em abordar as vítimas vulneráveis, todas mulheres idosas, e, com recurso à violência física, manietavam e arrancavam o ouro que tivessem visível, nomeadamente, alianças, brincos e pendentes de fios”, é referido num comunicado da GNR.

As vítimas ficaram com escoriações na face, pescoço e mãos, tendo recebido tratamento hospitalar.

Após um roubo em Vieira do Minho, os suspeitos fugiram numa viatura que, após perseguição policial, acabou por ser intercetada em Tabuaças, naquele concelho.

Em resultado das detenções, foi recuperado o ouro roubado e foi apreendida a viatura utilizada na prática dos crimes, que tinha sido furtada em Guimarães.