Desporto

Mundiais de ginástica artística terminam com sexto ouro para Simone Biles

217

A norte-americana Simone Biles conseguiu mais um título mundial, desta vez na disciplina de solo. Foi a sexta medalha de ouro nos Mundiais de ginástica artística para a atleta.

Noushad Thekkayil/EPA

Autor
  • Agência Lusa
Mais sobre

A atleta norte-americana Simone Biles conquistou este sábado a sexta medalha de ouro nos Mundiais de ginástica artística de Doha. Ao todo, são já 14 os títulos mundiais, e 20 as medalhas, conquistados por Biles, de 21 anos, reforçando o estatuto de grande figura da competição, com quatro ouros, além de uma prata e um bronze.

Depois de vitórias no salto, além do concurso completo e a mesma especialidade por equipas, o novo título reforça o recorde de títulos mundiais, 11 dos quais conquistados em finais individuais.

A ginasta de Columbus ficou em terceiro lugar na trave, atrás da chinesa Liu Tingting, nova campeã, e da canadiana Anne-Marie Padurariu, segunda com apenas 16 anos.

No último dia, disputaram-se as duas últimas finais individuais femininas, em que Biles venceu uma e acabou em terceiro noutra, além de três provas masculinas.

Na barra fixa, o título foi para o holandês Epke Zonderland, campeão do mundo pela terceira vez nesta modalidade, batendo o japonês Kohei Uchimura e o norte-americano Sam Mikulak.

Nas paralelas, o chinés Zou Jingyuan revalidou o título que já tinha conseguido em 2017, enquanto o ucraniano Oleg Verniaiev também repetiu a segunda posição do ano passado.

No terceiro lugar ficou o russo Artur Dalaloyan, campeão de solo e do concurso completo em Doha, sendo que no salto o título foi para o norte-coreano Ri Se-gwang, de 33 anos, na terceira ‘coroa’ mundial, que se junta ao título olímpico em 2016.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Mar

Bruno Bobone: «do medo ao sucesso»

Gonçalo Magalhães Collaço

Não, Portugal não é uma «nação viciada no medo» - mas devia realmente ter «medo», muito «medo», do terrível condicionamento mental a que se encontra sujeito e que tudo vai devastadoramente degradando.

Política

A protecção da família em Portugal

Luiz Cabral de Moncada

A família, enquanto célula principal da sociedade e berço da moral, como bem se sabe na Calábria, está mais garantida do que nunca. Nunca será esquecida pelos partidos quando no poder político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)