Cinco em cada seis trabalhadores em Portugal com formação no domínio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) são do sexo masculino, em linha com a média da União Europeia, de acordo com dados esta terça-feira divulgados pelo Eurostat.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia, 83,7% dos 2,7 milhões de pessoas que estavam empregadas em 2017 na UE e tinham educação em TIC eram homens, seguindo Portugal (83,3%) essa tendência.

Apenas em três Estados-membros a proporção de homens era igual ou inferior a 75%, designadamente na Bulgária (66%), Irlanda (73%) e Roménia (75%), enquanto os países da UE com uma maior proporção de homens a ocupar postos de trabalho com formação em TIC eram República Checa (93%), Hungria e Polónia (ambos com 90%).