Crime

Jogador decapitado e mutilado publicou fotografias na cama com mulher do assassino

913

O corpo do futebolista foi encontrado na semana passada no Paraná, Brasil, com a cabeça quase degolada e os órgãos genitais decepados. Antes tinha publicado imagens na cama com a mulher do assassino.

Edison Brittes Jr, o principal suspeito de assassinar Daniel Corrêa Freitas, jogador do São Paulo, já confessou ser o autor do crime. Num vídeo divulgado pela televisão brasileira TV Bandeirantes, o empresário declarou que encontrou Corrêa a tentar violar a sua mulher: “Quando abri a porta, ele estava em cima da minha mulher, que pedia ajuda. O que fiz qualquer homem faria, porque a mulher que estava ali não era a minha esposa, eram todas as mulheres do Brasil. Podia ser a sua irmã, mãe, mulher”, justificou. Apesar das explicações, a polícia também deteve a sua filha de 18 anos e a sua própria mulher.

Contudo, fotografias divulgadas, agora pela imprensa brasileira, parecem mostrar uma outra realidade. Foram publicadas pelo futebolista antes de o crime ter sido cometido e mostram-no na cama com a mulher do seu assassino confesso, Cristiana de Brittes, que parece estar apenas a dormir nas imagens.

Nas imagens divulgadas pela imprensa brasileira, Daniel Corrêa surge ao lado de Cristiana Brittes, mulher de Edison Brittes, que parece estar a dormir.

Mensagens no WhatsApp

No dia 5 de novembro, a imprensa brasileira divulgou também mensagens no WhatsApp de uma conversa entre Daniel Corrêa Freitas e um amigo. O jogador, que tinha estado presente na festa de aniversário de Allana, a filha de Edison Brittes, que era sua amiga, enviou uma mensagem a dizer que ia “comer a mãe da aniversariante com o pai também em casa”. A isto, o amigo respondeu que o jogador podia acabar por ser “expulso da casa”.

Conversa no WhatsApp entre Daniel Corrêa e o seu amigo.

Conversa no WhatsApp entre Daniel Corrêa e o seu amigo.

Gravações áudio divulgadas após o crime

De acordo com o jornal Record, além das fotografias, também foram divulgadas gravações áudio do assassino, após o crime. Entre elas, encontram-se excertos da conversa que Edison teve com o amigo do futebolista. Antes de ter confessado o crime, o empresário disse: “Ela [a filha] é tão amiga dele que ele veio de longe só para a sua festa de aniversário. Era uma pessoa muito querida por todos nós”. O autor do crime afirmou ainda que a sua filha estaria em estado de choque: “A minha filhinha está desesperada, está em choque. Meu Deus, tive até que dar-lhe um calmante.”.

Edison Brittes continuou: “Não sabemos o que aconteceu, só sabemos que ele foi embora. Você viu o tamanho do terreno aqui em minha casa. Nós estávamos no fundo da casa, ele saiu a pé, não sabemos com quem; o portão estava aberto porque ia chegar mais gente. Nós também estamos desesperados”.

O empresário fez questão de sublinhar nessa conversa que Daniel Corrêa estava embriagado: “Ele estava muito bêbado, estava louco, muito bêbado. Não conseguia segurar-se em pé”; e pediu ainda para ser informado à medida que as investigações fossem decorrendo.

Recorde-se que o corpo do futebolista foi encontrado na semana passada em São José dos Pinhais, no Paraná, com a cabeça quase degolada e os órgãos genitais decepados.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Religião

O Dia Mundial da Religião

Donizete Rodrigues

O Dia Mundial da Religião é um momento ecuménico para promover a convivência, o interconhecimento e o diálogo inter-religioso, buscando um futuro livre de preconceito, discriminação e intolerância.

PSD

Ao centro, o PSD não ganhará eleições /premium

João Marques de Almeida

Rio, que não perde uma ocasião para evocar Sá Carneiro, não aprendeu a sua principal lição: o PSD só chega ao poder quando lidera uma alternativa aos socialistas. Não basta esperar pelo fracasso do PS

Futebol

Sobre o futuro próximo de José Mourinho

António Bento

No frio e previsivelmente longo Inverno de 2018-2019 a pele de José Mourinho não é boa de se vestir, como se vê por uma parte significativa das suas declarações à imprensa desde que foi despedido.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)