Macau

Macau simula ataque terrorista com recurso a armas químicas e radioativas

O simulacro inclui uma tomada coletiva de reféns, a captura de suspeitos, a contaminação com gás químico e o uso de explosivos e radioativos e será realizado na quinta-feira.

JEROME FAVRE/EPA

As autoridades de Macau anunciaram esta terça-feira que vão simular, na quinta-feira, um ataque terrorista com recurso a armas químicas e radioativas, para testar a capacidade de resposta militar e policial.

“O exercício vai ter como cenário um ataque terrorista com recurso a armas químicas e radioativas (…) durante um concerto de música”, anunciaram os Serviços de Polícia Unitários (SPU), em comunicado. O simulacro, intitulado “Cão espirituoso”, inclui uma tomada coletiva de reféns, a captura de suspeitos, a contaminação com gás químico e o uso explosivos radioativos.

A iniciativa conjunta militar, policial e de outros serviços públicos de Macau vai integrar a Guarnição de Macau do Exército de Libertação do Povo Chinês, que apenas numa ocasião foi mobilizada para uma operação de emergência civil, aquando da passagem do tufão Hato em agosto do ano passado.

Os Serviços de Polícia Unitários, o Corpo de Polícia de Segurança Pública, a Polícia Judiciária (PJ), o Corpo de Bombeiros, os Serviços de Saúde e os Serviços de Alfândega também vão participar na simulação do ataque terrorista. O objetivo é, segundo a nota divulgada pelos SPU, “avaliar e rever o plano operacional antiterrorista, elevar o nível de profissionalismo e a capacidade de coordenação face a ataques terroristas”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)