Foi lançada uma campanha de angariação de fundos para ajudar o homem que tentou impedir o ataque terrorista em Melbourne, na Austrália, na sexta-feira. A iniciativa foi lançada no dia a seguir ao atentado, por uma associação de Melbourne que presta ajuda a sem-abrigo, depois de serem divulgadas imagens que mostram Michael Rogers a atirar um carrinho das compras contra o terrorista Hassan Khalif Shire depois de este ter esfaqueado três pessoas. Em apenas dois dias foram angariados mais de 116 mil euros.

“Um homem incrível chamado Michael Rogers de Melbourne, conhecido como o ‘homem do carrinho’, colocou a sua vida em risco para parar um terrorista. O sr. Rogers atirou corajosamente um carrinho de compras contra o terrorista numa tentativa de ajudar a polícia a capturá-lo”, refere a campanha, lançada pela Melbourne Homeless Collective depois de a associação ter descoberto de Rogers era sem-abrigo. “Ele é um herói aos nossos olhos e pode fazer o que quiser com os fundos que receber. Arriscou a vida naquele dia sem pedir nada em troca. Não podemos pôr um preço nisso.”

Hassan Khalif Shire esfaqueou três pessoas na sexta-feira depois de ter pegado fogo ao próprio carro. Uma delas, o dono do conhecido restaurante italiano Pellegrini’s em Melbourne, que acabou por morrer. Michael Rogers contou ao canal 7 News que decidiu atirar o carrinho de compras contra o terrorista depois de se ter percebido que ele estava “descontrolado”. “Peguei no carrinho, corri e atirei-o diretamente contra ele, mas não consegui derrubá-lo. Fi-lo várias vezes, mas simplesmente não conseguia derrubá-lo”, relatou.

Shire acabou por ser alvejado pelas autoridades. O atentado foi reivindicado pelo Estado Islâmico.