CDS-PP

Líder do CDS-PP afirma intenções “claríssimas desde a primeira hora” sobre Tancos e vai chamar Primeiro-ministro

O esclarecimento de "toda a verdade, tudo o que passou em Tancos e o hipotético encobrimento do furto" são as intenções de Assunção Cristas, que chamará António Costa a depor.

TIAGO PETINGA/LUSA

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, defendeu esta quarta-feira que “são claríssimas desde a primeira hora” as intenções do CDS-PP na comissão de inquérito ao furto de Tancos e reafirmou que chamará o primeiro-ministro a depor.

“São claríssimas desde a primeira hora, saber toda a verdade, utilizando a expressão do Presidente da República, ‘doa a quem doer'”, disse Assunção Cristas, após instada a comentar declarações do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, que em entrevista ao Público e à Rádio Renascença considerou que os objetivos do CDS “não são claros”.

“Os objetivos do CDS, para mim, não são claros. O CDS não só pediu a demissão do ministro da Defesa como de um chefe militar, o chefe de Estado Maior do Exército. Isto não é coisa pequena”, disse o secretário-geral comunista.

Para Jerónimo de Sousa, o “elemento crucial” da investigação criminal como da comissão parlamentar de inquérito que hoje toma posse no parlamento é “saber quem roubou as armas e para quê”.

Assunção Cristas sustentou que “o CDS tem sido muito claro desde a primeira hora” quanto aos motivos do partido para propor a comissão de inquérito que, considerou, “foi aprovada a bom tempo”.

O esclarecimento de “toda a verdade, tudo o que passou em Tancos e o hipotético encobrimento do furto” são as intenções do partido, reforçou, sublinhando que o CDS chamará “todas as pessoas relevantes e certamente o senhor primeiro-ministro”.

“Porque nos parece que a informação ou já foi sendo dada por vários responsáveis políticos e governamentais não é toda ela consistente e condizente. E é obviamente importante ouvir o primeiro-ministro sobre a matéria”, insistiu, acrescentando que, como é prerrogativa do primeiro-ministro, António Costa poderá responder por escrito.

A comissão parlamentar de inquérito ao furto de material militar em Tancos, caso que já ditou a demissão do ministro da Defesa e do chefe do Exército, vai hoje tomar posse.

Como habitualmente, será o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, a conferir posse aos deputados da comissão, que será presidida pelo socialista Filipe Neto Brandão, e tem um prazo de 180 dias para funcionar.

O objetivo, lê-se na resolução do CDS-PP aprovada no parlamento, é “identificar e avaliar os factos, os atos e as omissões” do Governo “relacionados direta ou indiretamente com o furto de armas em Tancos”, de junho de 2017, data do furto, ao presente, e “apurar as responsabilidades políticas daí decorrentes”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PSD/CDS

Os problemas da Direita: a liderança

Fernando Leal da Costa

O PSD precisa de um líder e não de um patrão. Até pode ser Rui Rio, não digo que não, mas isso obrigava-o a transmitir a ideia de que está confortável e seguro no cargo. Não parece ser o caso.

Saúde

Anatomia de uma greve

Luís Lopes Pereira

Não podemos manter greves – principalmente na prestação de cuidados de saúde – com um caráter tão indefinido no tempo como as que presenciamos, pois doutra forma teremos a morte anunciada do SNS.

Política

Precisamos da Esquerda

António Pedro Barreiro

Na guerra cultural em curso, a nova Esquerda esqueceu o povo e assumiu a defesa da excentricidade das elites. Eu, que não sou de Esquerda, acho que uma outra Esquerda faz falta ao sistema político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)