Cinema

Ciclo de cinema português na Fundação Gulbenkian no início de dezembro

O ciclo "A Gulbenkian e o Cinema Português" inclui primeiras obras, projetos experimentais e filmes com presença em festivais internacionais e decorre de 30 de novembro a 9 de dezembro.

Manuel Almeida/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

Parte da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, “transforma-se em sala de cinema”, no início de dezembro, com o ciclo “A Gulbenkian e o Cinema Português“, que inclui primeiras obras, projetos experimentais e filmes com presença em festivais internacionais.

“Primeiras obras, projetos experimentais e filmes com presença nos grandes festivais internacionais — nos dois primeiros fins-de-semana de dezembro, parte da Fundação transforma-se em sala de cinema”, lê-se no site da Fundação Calouste Gulbenkian.

A 3.ª edição do ciclo, dedicado ao tema “A intimidade e o país: um desejo de futuro”, decorre de 30 de novembro a 9 de dezembro, às sextas-feiras, sábados e domingos. Ao longo do ciclo serão mostradas 12 obras — “seis longas-metragens e seis curtas — resultantes de apoios dados pela Fundação Calouste Gulbenkian a primeiras obras, projetos experimentais ou como estímulo à internacionalização do cinema português contemporâneo“.

O ciclo arranca a 30 de novembro com a exibição de “E Agora? Lembra-me”, de Joaquim Pinto, documentário autobiográfico premiado em 2013 no festival de Cinema de Locarno. No dia 1 de dezembro, são exibidas curtas-metragens de André Santos & Marco Leão, “Aula de Condução” (2015) e “Pedro” (2016), e de Jorge Jácome, “A Guest + A Host” (2015) e “Flores” (2017), que ficciona um cenário de crise natural nos Açores.

“Flores” teve estreia no festival IndieLisboa de 2017, onde recebeu o prémio Novo Talento. Desde então foi distinguida em festivais da Alemanha, Croácia, Roménia, Espanha, Colômbia, Suíça, México e Itália. Foi também selecionada para os festivais de Toronto, no Canadá, e de San Sebastian, em Espanha.

A sessão de dia 2 de dezembro é dedicada ao trabalho de André Valentim Almeida, sendo exibidos os documentários “From NY With Love” (2012) e “Dia 32” (2017).

No dia 7 de dezembro, são exibidos “A Caça Revoluções” (2016), de Margarida Rêgo, “Metáfora ou a Tristeza Virada do Avesso (2014), de Catarina Vasconcelos, e “Yama No Anata — Para Além das Montanhas”, de Aya Kortzky.

Para dia 8 de dezembro, está agendada a exibição de “O Novo Testamento de Jesus Cristo Segundo João” (2013), de Joaquim Pinto e Nuno Leonel.

O ciclo encerra a 9 de dezembro com “Verão Danado”, a primeira longa-metragem de Pedro Cabeleira, que se estreou em agosto do ano passado no Festival de Locarno (Suíça), onde recebeu uma menção honrosa. O filme foi também exibido em maio numa das secções paralelas do festival de Cannes.

Os filmes exibidos “serão legendados em inglês e português, tornando-se acessíveis a pessoas surdas, estrangeiros ou pessoas com algum grau de dificuldade em compreender bem o português falado“. Nesta edição, o ciclo “A Gulbenkian e o Cinema Português” tem curadoria de Francisco Valente.

A primeira edição, sob o tema “Territórios de Passagem”, teve curadoria de Miguel Valverde, a segunda, dedicada ao tema “Ensaio e Ficção”, teve curadoria de Ricardo Vieira Lisboa. “A escolha de três curadores pretende constituir-se como um olhar de fora para os resultados da presença discreta mas consistente da Fundação em momentos decisivos do arranque das carreiras de tantos cineastas portugueses que se têm vindo a afirmar dentro e fora de portas”, refere a Fundação.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Descobrimentos

Uma lança em África /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
371

Neste tempo, em que muitos se orgulham do que os deveria envergonhar, também há quem se envergonhe das glórias da história de Portugal.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)