Do brinquedo para a criança ao colar, passando por aquela peça que se partiu e que já não se fabrica, tudo – ou praticamente tudo – é possível produzir numa impressora 3D. É claro que há equipamentos melhores do que outros, e há mesmo impressoras que trabalham com outros materiais que não o tradicional plástico, sendo possível imprimir em metais como o alumínio, entre outros.

Aproveitando este contínuo evoluir da tecnologia das impressões tridimensionais, o fabricante alemão BigRep decidiu propor que os clientes adquiram os planos e os materiais de uma moto eléctrica, para depois imprimirem tudo em casa. Isto pressupõe possuir uma impressora de maiores dimensões do que aquelas para fazer apenas colares e peças de xadrez, além de plásticos mais robustos, uma vez que os esforços ao nível das suspensões e quadro são particularmente violentos.

De momento, a BigRep afirma que a moto 3D ainda é um projecto, denominado Nera E-Motocycle, uma vez que há uma série de pormenores legais a ultrapassar antes de o veículo estar em condições de circular na via pública.

Mas depois dos necessários testes e validações, a moto 3D, com as suas 15 peças de desenho inovador, pode perfeitamente ver a luz do dia. Ela e os curiosos pneus sem ar, similares aos que a Michelin já tinha apresentado.