O Vitória de Guimarães, da I Liga, venceu este domingo por 2-0 no reduto do União da Madeira, do Campeonato de Portugal, avançando assim para os oitavos de final da Taça de Portugal em futebol.

No Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, com uma exibição segura e concentrada, o Vitória transpôs para o terreno de jogo o favoritismo com que partiu para o jogo, vencendo com um golo em cada parte, de Davidson e Alexandre Guedes. Por seu turno, o União da Madeira terceiro classificado da Série B do Campeonato de Portugal, mostrou bons argumentos e discutiu o jogo, dentro das suas possibilidades.

O Vitória foi o primeiro conjunto a criar perigo, à passagem dos 12 minutos, num livre de Matheus Oliveira que saiu junto ao poste. Os madeirenses responderam e, quatro minutos volvidos, Rodrigo Henrique testou a atenção de Miguel Silva.

O Vitória de Guimarães detinha o domínio do jogo e, aos 24 minutos, Davidson surgiu solto na área, mas Raví Paschoa foi obstáculo intransponível. Os insulares procuravam explorar o contra-ataque e, aos 39 minutos, Aldaír Djaló obrigou Miguel Silva a uma aparatosa defesa.

O golo inaugural surgiu já bem perto do intervalo, aos 43 minutos, com André André a encontrar espaço pela sua direita, a centrar e Davidson a surgir de rompante, desviando a bola para o fundo da baliza.

O União da Madeira entrou para a segunda parte com uma atitude mais agressiva, subindo mais as suas linhas e colocando mais problemas à defesa minhota, contudo, com o passar dos minutos, os nortenhos voltaram a ganhar algum ascendente e, aos 65 minutos, sentenciaram a eliminatória, com um tento de Alexandre Guedes.