Vinte meses depois de ter apresentado o Pop.Up Next, projecto que visa colocar no ar táxis voadores, mas sem taxistas, eis que a Audi foi à Holanda demonstrar que continua a trabalhar nesta que considera ser a solução de mobilidade do futuro, nos grandes centros urbanos. A marca alemã marcou presença na Drone Week, que decorreu em Amesterdão, com um modelo à escala 1:4, e o teste não podia ter corrido melhor, dando provas de que, efectivamente, a tecnologia funciona.

O Pop.Up Next fez aquilo que era suposto fazer: o drone descolou com o veículo autónomo acoplado e, depois de aterrar, a carro desconectou-se e seguiu vigem, sozinho, rumo ao seu destino. É certo que ainda estamos perante um protótipo, para mais quatro vezes menor do que será o conjunto na realidade (com tudo o que isso implica, em termos de peso), mas não deixa de ser promissor ver como o Audi foi pelos ares e, uma vez em terra, prescindiu da intervenção humana para ir do ponto A ao ponto B. Ver o conceito em acção constitui, sem dúvida, um sinal de que esta tecnologia vai mesmo avançar.

Recorde-se que a ideia por detrás desta parceria, que junta a Audi à Airbus e à Italdesign, passa por vir a fornecer um serviço de táxis autónomos que, inclusivamente, já recebeu luz verde das autoridades alemãs para descolar.

Apesar do êxito da demonstração, os parceiros deste projecto já não se comprometem com uma data para a sua produção em série. Chegou a falar-se de que estes táxis voadores seriam uma realidade no horizonte de uma década, mas agora nenhuma das empresas envolvidas se chega à frente com uma estimativa.

Resta aguardar pelo surgimento do protótipo em tamanho real, que naturalmente será o próximo passo no desenvolvimento desta solução inovadora para transportar, no máximo, duas pessoas.