Marco Gonçalves, o jogador do Canelas que, em abril de 2017, agrediu um árbitro durante um jogo de futebol, foi esta sexta-feira condenado a uma pena suspensa de 11 meses de prisão, no Tribunal de Gondomar, pelo crime de ofensas à integridade física, de acordo com informação avançada pelo Jornal de Notícias.

No entanto, para isso, o também membro da claque Super Dragões terá de pagar 3600 euros. Marco Gonçalves fica igualmente proibido de entrar em estádios de futebol pelo período de 11 meses.

Logo nos primeiros minutos do encontro entre Rio Tinto e Canelas, em abril do ano passado, depois de receber ordem de expulsão na sequência de uma  agressão a um jogador da equipa adversária, o ex-jogador do clube gaiense agrediu o árbitro, José Rodrigues. O árbitro teve que ser assistido pelo INEM e, posteriormente, conduzido ao hospital. A partida foi dada como concluída após os incidentes.