Longe de nós querer tirar lugar aos enfeites tradicionais — bolas, estrelas, grinaldas, renas, anjinhos, pais natal e bonecos de neve, enfim, a imagética da praxe. Mas há espaço para novos penduricalhos na árvore de Natal, basta reunir três requisitos: ter um ou outro galho livre, abertura de espírito para receber ideias novas e tempo para cirandar por uns quantos sites de lojas. Marcas como a Flying Tiger e a Primark são peritas em fazer porquinhos com asas (por muito pouco natalício que isso seja), carrinhos de algodão doce e até pequenas peças a recordar séries e filmes icónicos. Mas é online que a tendência de pendurar comida na árvore de Natal ganha força. Encontrámos tostas de abacate, sushi, bacon, cachorros quentes e macarons, para que nem a sobremesa lhe falte. Bom apetite.