Rádio Observador

Bruno de Carvalho

William e Patrício processam Bruno de Carvalho por difamação

446

Jogadores garantem que não participaram em almoços e jantares com elementos da Juve Leo e acusam o ex-presidente do Sporting de mentir em tribunal.

ANTÓNIO COTRIM/LUSA

William Carvalho e Rui Patrício vão processar Bruno de Carvalho pelas declarações que fez no Tribunal do Barreiro, quando foi detido, em novembro. Segundo o Correio da Manhã, os dois jogadores acusam o ex-presidente do Sporting de difamação e de ter mentido perante o juiz de instrução.

No interrogatório, divulgado pela RTP na sexta-feira passada, Bruno de Carvalho disse que William e Patrício participaram em almoços e jantares com elementos da Juve Leo. Fontes próximas dos atletas revelam que os dois consideram que essas declarações são atentatórias ao seu “bom-nome e dignidade”.

Pelo contrário, garantem que nunca participaram nesses encontros. No caso do guarda-redes, agora ao serviço do Wolverhampton, isso “não faz qualquer sentido”, dizem as mesmas fontes ouvidas pelo jornal, lembrando que, além de ter sido uma das vítimas principais do ataque à Academia, Patrício foi também alvo das tochas arremessadas pela claque antes do jogo com o Benfica.

Jesus desmente mudança de treino

No primeiro interrogatório judicial, depois de ter sido detido por suspeitas de ter sido o mandante das agressões à equipa no centro de treino de Alcochete, em maio deste ano, Bruno de Carvalho garantiu também a mudança do dia do treino tinha sido decidida por Jorge Jesus e não por ele próprio. Fontes próximas do treinador, também citadas pelo Correio da Manhã, desmentem igualmente essas declarações e apontam o dedo ao ex-presidente: “Foi Bruno de Carvalho quem alterou o treino de 16 para 15 de maio”.

Os desmentidos juntam-se a um outro já feito pelos jornalistas que estavam junto à Academia de Alcochete, no dia da invasão. Bruno de Carvalho tinha justificado o facto de o portão do centro de estágios não ter sido fechado com um suposto pedido dos jornalistas que ali estavam. Em comunicado, os repórteres negam todas as afirmações do ex-dirigente.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: soliveira@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)