Ainda mal refeitos da (boa) notícia que a VW se preparava para lançar na Europa o Neo, o primeiro eléctrico da gama I.D., por um próximo dos 23.000€ na Alemanha e entre 28.000€ a 29.000€ em Portugal, eis que a Bloomberg revelou que, segundo uma fonte no grupo alemão, a Volkswagen se preparava para igualmente colocar no mercado um crossover (um SUV ainda mais civilizado) mais pequeno, por apenas 18.000€. Informação essa que foi agora confirmada por um alto quadro da marca alemã.

Aproveitando o Salão de Los Angeles, ainda a decorrer na Califórnia, a Insideevs falou com Matt Renna, vice-presidente da Volkswagen North America e grande conhecedor de veículos eléctricos, ou não tivesse ele sido, durante algum tempo, gestor de produto na Tesla. Questionado sobre o novo e barato veículo eléctrico que a VW estaria a preparar, segundo a Bloomberg, Renna começou por confirmar a notícia, para de seguida apaziguar o espírito dos jornalistas americanos, ao garantir que não ia bater-se com a Tesla. Pelo menos no mercado americano, uma vez que o crossover de que falava a notícia irá ser específico para o mercado europeu.

De acordo com o vice-presidente do grupo alemão nos EUA, o veículo em causa, que confirma “ser pequeno”, não pertence ao conjunto de modelos a criar com base na nova plataforma I.D., que visa dar origem a modelos a partir das dimensões do Golf, sendo que este novo eléctrico será de bitola inferior, não chegando mesmo aos 4 metros. Segundo Renna, o crossover eléctrico será o sucessor do actual e-up!, o pequeno citadino alimentado por bateria, que crescerá em comprimento (para transportar mais baterias) e em altura (para se assumir como crossover).

De momento com apenas 3,6 metros de comprimento, não será necessário que o sucessor do up! cresça muito para oferecer um habitáculo muito maior, uma vez que a troca do motor de combustão (e respectiva caixa de velocidades) por um substancialmente menos volumoso motor eléctrico (e dois carretos redutores) permite conceber uma frente mais curta, favorecendo o espaço interior.

Na prática, o que a VW está a preparar é um concorrente do K-ZE da Renault, modelo que de momento está previsto apenas para a China, mas que necessariamente chegará ao mercado europeu. Com menos de 4 metros de comprimento, este eléctrico exibe igualmente uma carroçaria tipo SUV, com uma autonomia em NEDC de 250 km, contra os actuais 160 km do actual e-up!.

De acordo com as características do modelo, tudo indica que pode ser desta que a VW vai mesmo avançar com o Taigun, o pequeno veículo tipo SUV que apresentou em 2012 e que nunca chegou a ver a luz do dia. O Taigun é elegante e atraente, mais parecendo um brinquedo, características ideais para um crossover eléctrico a comercializar num segmento inferior ao mais pequeno dos modelos a produzir com base na plataforma I.D..