Há mais de 40 anos ligado ao PSD, Virgílio Costa, abandona o partido por não concordar com a liderança de Rui Rio e com a ausência de intervenção política, noticiou o Público.

“Não estou desiludido com os ideais, nem com os objetivos políticos do PSD, estou em desacordo com a forma como a atual liderança projeta o partido”, afirmou o antigo vice-presidente da direção do grupo parlamentar social-democrata.

Virgílio Costa apoiou Santana Lopes nas eleições internas para a liderança do PSD, mas disse que não pretende inscrever-se na Aliança.

Ex-líder da JSD desfilia-se descontente com Passos e denuncia que “há racistas” no partido

Jorge Nuno de Sá vai coordenar a comissão instaladora do partido de Viana do Castelo

O descontentamento de Jorge Nuno de Sá, antigo líder da JSD, surgiu ainda durante a liderança de Pedro Passos Coelho, em setembro de 2017. Agora, vai ingressar no Aliança, depois de aceitar o convite para coordenar a comissão instaladora do partido de Viana do Castelo, noticiou o Público.

Descontente com o funcionamento dos partidos, Jorge Nuno de Sá acreditava que o que o país precisava era de um partido novo. Junta-se ao Aliança porque “está na política portuguesa com a perspetiva de construir com alegria”.