Os ingleses The Chemical Brothers vão atuar no NOS Alive no próximo ano, anunciou esta quarta-feira a organização do festival de música de Algés. O duo de música eletrónica composto pelos britânicos Tom Rowlands e Ed Simons dará o último concerto do palco principal do festival (o palco NOS) na próxima edição, a 13 de julho, sábado. Para o último dia de festival, que começa dois dias antes, na quinta-feira, 11, estavam já confirmadas as presenças do vocalista dos Radiohead Thom Yorke, do grupo norte-americano The Smashing Pumpkins e do projeto-banda de Justin Vernon, Bon Iver.

Tendo atuado diversas vezes em Portugal, a última das quais este verão no Rock in Rio Lisboa, os The Chemical Brothers regressam a um festival que os recebeu em 2016. O mote para este concerto é a edição de um novo álbum, intitulado No Geography, que tem lançamento previsto para o primeiro semestre do próximo ano.

Além do álbum novo, do qual já se conhece o single “Free Yourself”, os The Chemichal Brothers deverão levar ao festival de Oeiras alguns dos êxitos de uma longa carreira, que em 2019 atinge o marco de três décadas. Êxitos da música eletrónica britânica dos anos 1990 e 2000 como “Hey Boy, Hey Girl”, “Block Rockin’ Beats” e “Galvanize” costumam figurar nos alinhamentos dos concertos dos britânicos, já vencedores de quatro prémios Grammy.

Para o primeiro dia de festival, 11 de julho, foram já anunciadas as presenças de The Cure e Ornatos Violeta no palco principal e de Jorja Smith e Sharon Van Etten no palco secundário (Sagres). Para sexta-feira, 12 de julho, não foram ainda revelados os cabeças de cartaz, tendo sido apenas anunciadas atuações de Trash Sultrana e Pip Bloom no palco secundário (Sagres) e uma curadoria da agência nacional Bridgetown (que tem nas suas fileiras os rappers e cantores Richie Campbell, Plutonio e Mishlawi) no palco Clubbing.