O “talk show” de Ellen DeGeneres está em vias de acabar. Em entrevista ao The New York Times, Ellen disse que está a pensar sobre o que fazer quando o seu contrato chegar ao fim, daqui a cerca de dois anos.

A comediante e apresentadora renovou o contrato em 2016 até ao verão de 2020, mas disse estar “perto de recusar” a oferta que a pode manter em frente às câmaras durante a próxima temporada, a 17.ª.

Agora, Ellen diz estar dividida entre o conselhos do seu irmão, Vance DeGeneres, e da sua mulher, a atriz Portia de Rossi: “Ela [de Rossi] fica chateada quando o meu irmão me diz para não parar”, conta ao jornal. De Rossi, por sua vez, reiterou que há outras coisas pelas quais a sua mulher se poderia interessar e incentiva a sua ida para o mundo do cinema, por considerá-la uma “atriz brilhante”.

O tão conhecido “The Ellen DeGeneres Show” — ou para ser mais familiar, o “programa da Ellen” –, onde a comediante entrevista no seu sofá celebridades, músicos, pessoas com histórias para contar e outras com talentos extraordinários, já recebeu 57 prémios Daytime Emmy.

O programa de televisão estreou em 2003 e é o mais visto nos EUA, contando até ao momento com 16 temporadas.