O ex-futebolista Luisão, diretor do Benfica para as relações internacionais, considerou esta segunda-feira que as ‘águias´ estarão “à altura” da exigência nos 16 avos de final da Liga Europa, fase em que defrontam o Galatasaray.

Luisão, de 37 anos, que anunciou o final da carreira em setembro, sem disputar qualquer jogo oficial, lembrou que o clube da Luz regressa à Turquia, onde já eliminou esta época o Fenerbahçe na terceira pré-eliminatória da ‘Champions’.

“O Galatasaray vem da Liga dos Campeões, tal como o Benfica. Temos de estar preparados, o ambiente na Turquia é muito difícil, mas a nossa equipa vai estar à altura, porque já conhecemos e já enfrentámos este género de ambientes”, disse Luisão, em declarações à BTV.

Dois campeões portugueses, um técnico ex-campeão do mundo e o guarda-redes de má memória: assim é o Galatasaray

O antigo central internacional brasileiro admitiu que será um duelo difícil, mas que é preciso acreditar na qualificação.

“Vai ser muito difícil, mas o Benfica acredita sempre na passagem! O caminho é muito longo. É pensar jogo a jogo, concentrar todas as forças nesta eliminatória”, acrescentou o ex-futebolista.

O dirigente não deixou também de lembrar o último confronto com o Galatasaray, na fase de grupos da Liga dos Campeões, em 2015/16, num jogo em que marcou o segundo golo, que daria a vitória por 2-1 à equipa da Luz.

“Essa noite foi muito importante para mim e para o Benfica. Foi um marco na minha carreira, foi quando mostrei o ‘respect’ na camisola. Foi uma noite que ficou na memória”, sublinhou Luisão, num jogo em que Jonas tinha feito o primeiro golo.

Na Liga Europa, o Benfica começa por visitar o Galatasaray, em 14 de fevereiro, e recebe na segunda mão os turcos no Estádio da Luz, em 21 de fevereiro.